“O cara não lê a nota e reclama”, diz Bolsonaro sobre críticas de apoiadores

O presidente reforçou que não há solução de curto prazo para o Brasil e defendeu a importância do documento

(Foto: Agencia Brasil)Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro falou com apoiadores nesta sexta-feira (10) sobre a nota divulgada ontem pelo governo federal. Segundo ele, alguns criticaram a nota sem nem ao menos terem lido o documento.

Ainda ontem, o governo havia publicado um documento informando que as manifestações do 7 de setembro não tiveram o objetivo de atacar as instituições do país.

Hoje Bolsonaro rebateu as críticas ao documento e falou de sua importância para estabelecer pontos de diálogo.

“Cada um fala o que quiser. O cara não lê a nota e reclama. Leia a nota. Duas ou três vezes, é bem curtinha. São 10 pequenos itens, entenda. A gente vai acertando. O acúmulo de lixo, de problemas, é de 30, 40 anos. Está ganhando, está ganhando”, afirmou o presidente.

Sem possibilidade de imediatismo

Ainda segundo o presidente, para governar um país não é possível ser imediatista e que as manifestações do feriado foram importantes para mudar a cabeça dos políticos e ministros, no longo prazo.

“Se o dólar dispara, influencia o combustível. Foi excepcional o trabalho de vocês nas manifestações do dia 7. O retrato está no mundo todo e aqui também, em Brasília. Alguns querem imediatismo. Se você namorar e casar em uma semana, vai dar errado o seu casamento”, disse.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApós matéria sobre Abin, Uol é obrigado a se retratar com Luciano Hang
Próximo artigoChristopher Nolan vai dirigir filme sobre criação da bomba atômica