O candidato e os 25% de esterco

O candidato Gilberto Cattani (PSL) utilizou o esterco para dizer que nada é 100% limpo

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Lado a lado com a juíza aposentada e candidata ao Senado Selma Arruda (PSL) durante seu anúncio de rompimento com a coligação “Segue em frente Mato Grosso”, na tarde dessa sexta-feira (31), o candidato a deputado estadual pelo PSL Gilberto Cattani se utilizou do esterco como metáfora para afirmar que nada é 100% limpo, inclusive uma aliança política.

“Para se fazer uma casa de pau-a-pique você precisa de 25% de esterco. Tudo tem 25% de esterco, você não vai ter só material de primeira em nenhuma instância que você for”, disparou, emendando que viajou 500 quilômetros para estar ao lado da candidata, pois confia nela.

Selma Arruda anunciou o rompimento com a aliança, pois entrou em rota de colisão com o PSDB, principalmente com o candidato tucano ao Senado, Nilson Leitão, e decidiu tocar sua campanha separada do restante da coligação, que tem Pedro Taques (PSDB) como candidato ao governo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm uma noite, bombeiros registram 11 incêndios em terrenos, casas e empresa
Próximo artigoEm uma noite, bombeiros registram 11 incêndios em terrenos, casas e empresa