“Nunca quebrei uma raquete em toda minha carreira”, diz Nadal

Tenista espanhol é conhecido pela jeito "empolgado" quando está em quadra

Rafael Nadal é um dos maiores tenistas do mundo. O espanhol já conquistou todos os títulos possíveis no cenário internacional e é tido como um dos gênios do esporte, ao lado de outros esportistas igualmente talentosos, como Roger Federer, Andre Agassi, Pete Sampras, entre outros.

 

Para quem está acostumado a ver Nadal em quadra, é comum notar que o espanhol tem um jeito explosivo durante as partidas. Ele é conhecido não tanto pela técnica, mas sim pela disposição e pelo atletismo que sempre emprega em todos os duelos. Seus jogos são empolgantes e cheios de adrenalina.

 

Por isso, é natural que Nadal esteja quase sempre associado a tenistas que quebram raquetes de tênis ao longo de uma partida. Apesar de incorreto e ser passível de punição por parte da arbitragem, muitos tenistas acabam, em um momento de raiva após um erro, descontando a frustração na raquete.

 

Mas, para Nadal, descontar a raiva na raquete não é algo aceitável. E isso se deve a sua criação familiar. Em uma entrevista recente para um canal de TV na Espanha, ele revelou que não quebrou uma única raquete em sua carreira. Ele revelou que sua família foi a principal razão por trás disso.

“Minha família, eles não teriam permitido que eu quebrasse uma raquete. Para mim, quebrar uma raquete significa que não estou no controle de minhas emoções”, disse  o atleta, que já venceu todas as grandes competições do mundo.

Recentemente, Nadal se viu em uma situação desconfortável. Em janeiro deste ano, Nadal representou a Espanha na disputa do ATP Cup, o principal torneio de tênis entre as nações do mundo todo.

 

Na final, a Espanha de Nadal encarou a sérvia de Novak Djkokovic, outro gênio da atual geração e que disputa os primeiros lugares dos principais torneios do mundo. Durante a partida, a torcida sérvia atrapalhou o confronto entre os dois tenistas, o que gerou críticas por parte de Nadal após o confronto.

 

“Às vezes pessoas de alguns países provavelmente não entendem como é o tênis. Elas acham que é futebol. A atmosfera no tênis é diferente. Em algum momento, não havia respeito por uma pequena parte da torcida.

 

Mesmo assim, Nadal não quebrou nenhuma raquete e seguiu firme na partida, mesmo com a derrota iminente.

 

Agora, pensando em 2021, Nadal já abandonou as férias. O espanhol voltou a treinar forte em sua academia, em Manacor, em quadras de piso duro, já de olho na disputa do Australian Open, que ainda não confirmou uma data para o início, em meio às incertezas do coronavírus.

 

Na última semana, o rumor de que o Australian Open seria disputado apenas no início de fevereiro ganhou força. Melbourne, uma das cidades com menos casos de Covid-19 no mundo por conta de seu controle rígido de circulação, não parece disposta a colocar a população em risco por conta de um evento esportivo.

 

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.