Núcleo de pesquisa da UFMT oferece capacitação em Política de Igualdade Racial

A iniciativa contemplará professores, estudantes e gestores em Educação, mediante processo seletivo de inscritos até sexta-feira (06)

Voltado a capacitação de professores, gestores em Educação e estudantes universitários ao ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação (NEPRE) da UFMT, oferece, até a próxima sexta-feira (06), inscrições para o curso de aperfeiçoamento em “Política de Igualdade Racial no ambiente escolar”.

Previsto a ser realizado nos dias 27 e 28 de abril, o Uniafro será realizado à distância, ofertado aos municípios de Cuiabá, Diamantino, Primavera do Leste e Peixoto de Azevedo. Os inscritos passarão por processo seletivo que contemplará 100 vagas, sendo 25 para cada um dos polos, com carga horária de 210 horas.

Poderão participar docentes, equipes gestoras e técnicas da Educação Básica e Educação Infantil nas redes públicas de ensino, formadores do Cefapro e estudantes de graduação, regularmente matriculado.

A professora e doutoranda Zizele Ferreira dos Santos ressalta a importância da iniciativa, que vem atender às Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais, considerada uma conquista pelos realizadores e estudiosos das políticas de igualdade racial.

“Inserir essa temática no currículo, nas diversas disciplinas, instrumentaliza todos os cidadãos e cidadãs para atuarem em busca da promoção da igualdade racial, ou seja, estamos capacitando educadores para atuarem por uma sociedade mais justa, a partir de atividades pedagógicas nas diversas áreas curriculares”, afirma a pesquisadora do NEPRE.

A coordenadora do projeto, professora e Doutora Cândida Soares da Costa, afirma ainda que o curso é mais uma das ações do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação que desde 1998, visa contribuir para o processo de emancipação dos saberes no ensino no Brasil, atuando na UFMT.

“O NEPRE tem desenvolvido muitas pesquisas nesses 16 anos e desenvolve esse importante trabalho no estado, as formações de Educação Para as Relações Étnico-raciais, publicações das pesquisas, a Jornada Desigualdades Raciais na Educação Brasileira que acontece anualmente e outros”, complementa.

Mais informações pelo [email protected] ou (65) 3615 8447.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBlues, chorinho e música autoral: saiba o que rola toda quinta-feira em Cuiabá
Próximo artigoBabu ensina estampa de ladrilhos com técnica de ‘stencil’ na Casa do Artesão