Novo recorde: Brasil aumenta em 32,6% exportação de algodão

A guerra comercial entre China e Estados Unidos contribuiu para o resultado

Foto: Reprodução

De agosto de 2018 a julho deste ano, o Brasil escoou cerca 1,15 milhão de toneladas da pluma de algodão para o exterior, um recorde para o setor. Incremento de 32,6% no total destinado ao exterior se comparado ao mesmo período da safra 16/17.

De acordo com os novos dados de exportações do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o Estado foi responsável por 66,7% dos envios brasileiros, levando ao exterior 769,85 mil toneladas entre agosto de 2018 e julho de 2019.

Os principais compradores da pluma mato-grossense, a China, Indonésia e Vietnã, juntos, representaram 60,1% das exportações do Estado. Assim, um dos fatores que levou à alta nas exportações está ligado à guerra comercial entre a China e os EUA, e suas taxações, que vêm forçando o país asiático a destinar boa parte da sua demanda por pluma a outros países.

Para a safra 18/19, é esperado um novo recorde nos envios ao exterior, tendo em vista o aumento da produção aliado à grande parte da safra já negociada.