Nova Venezuela? Pobreza avança na Argentina e atinge 42% da população

De acordo com estudos, o isolamento social rígido teria agravado os três anos de recessão que o país enfrenta

(Foro: Divulgação/Consulado)

O Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (Indec) divulgou uma pesquisa que demonstra que a pobreza atingiu 42% da população do país no segundo semestre de 2020.

No total, mais de 12 milhões de pessoas estão em situação de risco devido às condições da economia argentina. O avanço da pobreza no país já é considerado a maior crise econômica da história da Argentina.

De acordo com o estudo, os principais motivos da ruína financeira são os três anos de recessão econômica causados pelo governo socialista e também o isolamento social extremo, adotado no combate à pandemia.

Desde os primeiros casos de covid-19 no país, o presidente Alberto Fernández apostou em um rígido sistema de lockdown, o que pode ter enfraquecido ainda mais a economia argentina.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia prende homem procurado por estuprar crianças cuidadas pela esposa
Próximo artigoNovo auxílio emergencial: trabalhador saberá amanhã se tem direito a receber