Nova proposta da Prefeitura, de 7,5% de reajuste, põe fim à greve dos professores

    Escolas que haviam paralisado suas atividades devem voltar a funcionar a partir desta quarta-feira (10)

    (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

    A Prefeitura de Cuiabá enviou uma nova proposta de recomposição salarial de 7,5%, ao Sintep, na tarde desta terça-feira (09) e colocou fim à grave dos professores. A nova medida contempla ainda o encaminhamento da Lei Orgânica dos Trabalhadores da Educação para apreciação e votação, publicação de todos os processos de elevação de nível paralisados e pagamentos dos respectivos retroativos, realização de Concurso Público e outros itens.

    A recomposição salarial de 7,5%  ficou, pela nova proposta, da seguinte forma: 3,35% relativos ao RGA (Reajuste Geral Anual) mais 4%, este percentual a título de ganho real, a ser aplicado dessa forma: 2% no próximo mês de dezembro e mais 2% ao longo do mês de fevereiro de 2019, para todos os profissionais da Educação.

    “Os 4% de reajustes, de ganho real, representam um investimento aproximado de R$ 20 milhões por ano. Para conseguir honrar esse compromisso, a Prefeitura terá que rever a implantação de programas como o de reestruturação da rede física, abertura de novas unidades, liberação de verbas emergenciais entre outros programas”, explicou o secretário de Educação do Município, Alex Vieira Passos.

    Ainda segundo a assessoria da Prefeitura, as unidades escolares que haviam paralisado suas atividades, voltam a funcionar normalmente a partir desta quarta-feira (10).

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorChefe da Casa Civil diz que Taques recebeu um Estado “eticamente quebrado”
    Próximo artigoBig Lar apresenta mais de 100 rótulos exclusivos de vinhos durante o Pantanal Cozinha Brasil