Nova chance: presos pintam escola e participam de cursos

Ação faz parte do projeto ‘Urbaniza Colniza’ e dá oportunidade de ressocialização dos detentos

(Foto: Sistema Penitenciário/Divulgação)

As paredes, corredores e salas de aula da Escola Estadual Bernadino Gomes da Luz, em Colniza (1.065 km de Cuiabá) estão renovadas e com pintura nova. A restauração só foi possível com a mão de obras de presos da cadeia pública.

A ação faz parte do projeto ‘Urbaniza Colniza’ e dá oportunidade de ressocialização dos detentos. O trabalho começou no início de fevereiro e foi realizado de segunda a sábado.

O calçamento da mesma escola também foi realizado por meio do projeto, desenvolvido em conjunto com o Conselho da Comunidade.

Neste trabalho, os presos contribuíram com a fabricação de blocos para as calçadas.

Atualmente, 14 dos 51 detentos da unidade prestam serviços fora da unidade.

Os outros trabalhos, também dentro do projeto Urbaniza Colniza, incluem a manutenção de um campo da cidade e o calçamento em torno do prédio do Fórum.

O projeto é usado na tentativa de frear a reincidência. Segundo a unidade prisional, nenhum dos presos que participam das atividades voltaram a cometer crimes.

Conhecimento

Entre os dias 9 e 13 de março, dois recuperandos também participaram do curso de produção de derivados do leite, como queijo, requeijão, entre outros.

Oferecida pelo Sindicato Rural em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), a iniciativa teve carga horária de 40 horas semanais.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGravações de Avatar 2, Matrix 4, Animais Fantásticos 3 e Uncharted são paralisadas
Próximo artigoBata continência!