Narrativas de aluguel: que tal alugar livros durante o isolamento social?

Ao custo de R$ 40 por mês, o leitor pode escolher até cinco exemplares para receber em casa

(Foto: Neide Silva)

A literatura sempre falou alto na vida do escritor Luiz Renato Souza Pinto. Desde menino, os gibis comprados pelo pai pesaram até na indecisão sobre o curso na faculdade. Agora, com livros já publicados, a ideia dele é fazer as histórias viajarem. Para isso, criou o projeto Narrativas de Aluguel.

“Desde criança gostei muito de mapas, planejei muitas viagens que não fiz e fiz outras que não planejei. Tentei fazer faculdade de História, não consegui. Fiz um ano e meio de Engenharia, mas acabei me formando em Letras”, conta.

A concepção é simples: leitores interessados podem alugar livros do acervo do escritor, pagando uma quantia fixa por mês.

Ao custo de R$ 40 mensais, o leitor pode escolher até cinco exemplares. O prazo para devolução é de 30 dias. O dinheiro dos “aluguéis” é usado para a aquisição de novos livros.

Os leitores podem ter acesso ao acervo, contatando o escritor pelo Facebook.

Ao todo, estão disponíveis cerca de 200 títulos entre narrativas e poesia. O catálogo completo também pode ser enviado por e-mail aos interessados.

Durante a pandemia, o leitor pode receber os livros em casa, através de delivery. As obras são higienizadas na entrada e saída do estoque e entregues plastificadas, com etiqueta de identificação.

Ao fim da pandemia, o objetivo é criar um grupo de leitura e trocar experiências sobre as impressões as obras lidas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAlerta vermelho: sistema de classificação do governo aponta que Cuiabá precisa de lockdown
Próximo artigoEmanuel decide participar

O LIVRE ADS