“Não podemos vacinar o mundo a cada 6 meses”, diz representante da AstraZeneca

O médico fez críticas aos países que já estão na quarta dose da vacinação contra o coronavírus

Um dos cientistas desenvolvedores de uma das vacinas contra o coronavírus, o médico a Andrew Pollard falou sobre as estratégias usadas na vacinação pelo mundo. Em entrevista concedida ao jornal The Telegraph, Pollard sobre a utilização de doses de reforço contra o coronavírus.

De acordo com o médico, não é possível vacinar toda a sociedade com uma dose diferente a cada seis meses. Dessa forma, a sociedade terá que desenvolver novas técnicas para o combate ao vírus.

“Não nós podemos vacinar o planeta a cada seis meses. É simplesmente inviável”, afirmou o médico.

Doses de reforço

Desde o começo da vacinação, doses de reforço estão sendo usadas como um tentativa de aumentar a defesa do organismo contra o vírus.

Alguns países, como Israel, já estão na quarta dose da vacina, o que vem levantando questões sobre os possíveis efeitos colaterais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui