“Não podemos conviver com essa suspeição”, diz Bolsonaro sobre urna eletrônica

Mesmo com a derrota da proposta de voto auditável, Bolsonaro afirmou que espera que as eleições sejam transparentes

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender mudanças no regime de apurações de votos nas urnas. Em entrevista à Rádio Regional, de Eldorado, nesta segunda-feira (23), Bolsonaro afirmou que o povo não pode continuar com dúvidas sobre a seguridade das eleições.

O presidente ainda reforçou que a alma da democracia é o voto e, por isso, o povo brasileiro quer saber que seus votos serão computados de maneira correta.

“O que é a alma da democracia? É o voto. O povo quer que você, ao votar, tenha a certeza de que o seu voto vai para o João ou para a Maria. Não quer que, em um quartinho secreto, meia dúzia de pessoas conte os seus votos”, disse o presidente.

Votação sem suspeição

Mesmo com a proposta de voto impresso derrotada na Câmara dos deputados, Bolsonaro afirmou que ainda espera que as próximas eleições tenham contagem pública de votos.

Bolsonaro afirmou ainda que o Brasil não pode continuar convivendo com suspeita das eleições presidenciais.

“A gente espera que tenhamos eleições limpas, democráticas e com contagem pública de votos no ano que vem. Não podemos conviver com essa suspeição”, finalizou Bolsonaro.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorReunião entre Poderes
Próximo artigoRemédio contra a covid: pesquisadores brasileiros descobrem ativo em veneno de cobra