Nada transparente

No Portal da ALMT já não é mais possível saber quanto ganha um deputado

O Portal da Transparência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) só é transparente no caso dos servidores concursados e/ou comissionados. Quando o assunto é deputado estadual, os dados não estão disponíveis.

Não é mais possível, por exemplo, saber quanto um deputado recebeu de salário.

Em tempos que – segundo o presidente da Mesa Diretora, Eduardo Botelho (DEM) – os parlamentares podem sofrer descontos por sessões que faltam sem apresentar justificativa, o cidadão não tem mais como acompanhar se este ou aquele deputado anda faltando demais ao trabalho.

Tem quem diga, aliás, que é justamente para o cidadão não conseguir acompanhar se os descontos estão, de fato, sendo feitos, que as informações já não estão mais disponíveis.

Ao LIVRE, o secretário de Gestão de Pessoas da ALMT, Elias Santos, disse que ia verificar o problema e pedir uma correção.

No mês passado, é bom lembrar, o LIVRE teve que entrar com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça para obrigar a Assembleia Legislativa a prestar informações que são sonegadas ao público mesmo quando invocada a Lei de Acesso à Informação.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS