Mutirão do Pai Presente atende comunidade do Despraiado neste sábado

A ausência do nome do pai no documento pode trazer muitas dores psicológicas a crianças e adolescentes

O Poder Judiciário oferece amanhã, sábado (19 de outubro), das 13h às 17h, mais uma edição do Pai Presente. Dessa vez, o projeto será realizado no Instituto Cuiabá de Ensino e Cultura (Icec), no Bairro Despraiado. O Objetivo da ação é estimular o reconhecimento voluntário de paternidade e reduzir o número de crianças sem o nome do pai na certidão de nascimento.

“A ausência do nome do pai no documento pode trazer muitas dores psicológicas a crianças e adolescentes. E com o projeto podemos contribuir na reconstrução desse laço familiar, diminuir o sofrimento de alguém e salvar vidas”, frisa o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

Dessa forma, os interessados devem levar documentos de identificação e certidão de nascimento do filho. Lembrando que os reconhecimentos espontâneos terão a confecção dos respectivos documentos oficiais na hora. O projeto também atende pais que querem fazer o reconhecimento, mas exigem o exame de DNA. Nesse caso, o exame será feito na hora, sendo que o resultado sai em 30 dias, para, só então, dar os encaminhamentos legais do reconhecimento.

Além dos juízes convocados pela Corregedoria-Geral da Justiça, de servidores do Fórum da Capital, da equipe da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), dos Cartórios de Registro Civil, o Pai Presente contará com a participação de mais de 60 estudantes e 33 professores da instituição de ensino superior.

Os acadêmicos de Direito foram capacitados para as atividades de conciliação, durante as audiências. E os de Serviço Social estão atuando na abordagem dos supostos pais, e alunos de Enfermagem vão trabalhar na coleta de sangue para o exame de DNA. A atuação dos estudantes será supervisionada pelos professores.

Localização – O Pai Presente será no Bloco B, do Icec, localizado na Rua Osvaldo da Silva Corrêa, 621, Despraiado.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMãe abandona filho de cinco anos no meio de lavoura e foge
Próximo artigoGoverno libera orçamento de universidades federais

O LIVRE ADS