Multa aos Correios

TRT-MT ainda não decidiu sobre ordem para que a empresa pague R$ 50 mil por se negar a testar para covid-19 todos seus funcionários

(Foto: Agência Brasil)

O recurso julgado pelo desembargador da Justiça do Trabalho, Tarcísio Valente, contra punição aos Correios por falta de testes do novo coronavírus para os funcionários da empresa não inclui a multa de R$ 50 mil. 

Diferente do que foi publicada nessa terça-feira (14) pelo LIVRE, a decisão do magistrado se refere apenas à ordem para que os funcionários façam os exames. 

A multa de R$ 50 mil foi estipulada pelo Tribunal Regional do Trabalho em Mato Grosso (TRT-MT) após o recurso da empresa para que decisão sobre os testes fosse revista. 

Conforme o TRT-MT, ainda não há decisão sobre a ordem de aplicação de multa por descumprimento de determinação judicial. A multa é um pedido do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios, Telégrafos e Serviços Postais (Sintect/MT) disse que os Correios resistem em fazer a testagem dos funcionários. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJBS leva mais doações a Cuiabá (MT)
Próximo artigo30 anos do ECA

O LIVRE ADS