Mulher usa cinta modeladora para amarrar drogas, tenta viajar e é presa no aeroporto

Suspeita foi flagrada por agentes quando apresentou nervosismo para passar no raio-x

A Polícia Militar atendeu, na noite desta quinta-feira (19), mais uma ocorrência de tráfico de drogas, desta vez em localização atípica: no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. Na ação, uma mulher de 36 anos, que tentava viajar com drogas presas ao corpo, acabou detida.

Foi ao se aproximar do aparelho raio-x, localizado na entrada do salão de embarque do aeroporto, que Thiara Laura dos Santos começou a chamar a atenção. Segundo relatou uma agente do terminal aeroportuário, a suspeita aparentava nervosismo. Então, a equipe passou a ficar de olho.

Quando a agente se aproximou de Thiara, ela, inesperadamente, jogou seu celular no chão e o danificou. Depois, saiu correndo, tentando deixar o local. No entanto, ela acabou detida pelos seguranças. Ela foi levada para a base da Polícia Federal dentro do aeroporto, onde uma equipe da Polícia Militar foi chamada para auxiliar na revista.

Segundo os militares, Thiara usava um vestido longo que lhe cobria até o tornozelo.

Quando uma policial fez a revista, encontrou cinco quilos de cocaína presos por uma cinta modeladora de corpo. A droga estava em quatro “tijolos”, amarrados na perna esquerda da suspeita e no abdômen. Ela confessou à polícia o tráfico de drogas e disse que tinha como destino a cidade de Fortaleza, no Ceará.

Diante do caso, Thiara foi presa e levada para a Delegacia de Várzea Grande. Ainda conforme os militares, mesmo com o celular quebrado, a acusada continuava recebendo ligações e mensagens durante a abordagem policial. No entanto, como a tela estava danificada, a polícia não conseguiu fazer a identificação dos números.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFim de semana terá Arraiá, música brasileira e eventos beneficentes na capital
Próximo artigoDr. Bumbum mandou paciente fechar ferida com tesoura quente