Mulher pula da janela do primeiro andar para fugir das agressões do marido

Aos médicos, o homem disse que a esposa sofre de depressão. Quando ficou sozinha com a enfermeira, a vítima contou sobre a violência doméstica

Uma mulher pulou da janela do primeiro andar de um prédio em Jaciara (145 km de Cuiabá) para fugir das agressões que estaria sofrendo do marido.

A jovem de 29 anos deu entrada no hospital municipal na madrugada deste sábado (23), por volta das 6h da manhã.

Para justificar as fraturas que a mulher tinha pelo corpo, o marido, que não teve a identidade divulgada, alegou que a moça tem depressão, se trancou no quarto e pulou da janela do primeiro andar.

Como estava com o companheiro, num primeiro momento, a mulher confirmou a versão do marido à equipe médica. Porém, quando ficou sozinha com uma enfermeira, confirmou que se jogou da janela, mas disse ter feito isso para fugir das agressões do marido.

A vítima afirmou que o marido queria matá-la.

Para a enfermeira, a moça relatou que ela e marido tinham saído na noite anterior e foram à uma lanchonete. Quando chegaram em casa, durante uma briga, o marido a acusou de traí-lo e pegou uma faca.

A jovem correu para o quarto e se trancou para tentar se proteger. Mas o companheiro conseguiu abrir a porta do cômodo. Com medo de ser morta, ela então tomou a decisão de pular da janela.

O raio-x feito no hospital indicou que a jovem sofreu ferimentos na cabeça, joelho e uma fratura na coluna. Não há detalhes sobre seu estado de saúde e nem sobre a gravidade dessa lesão.

A mulher disse à enfermeira que os episódios de violência doméstica eram constantes e confirmou que gostaria de denunciar o companheiro.

A Polícia Militar foi acionada pela equipe do hospital e homem foi preso. Ele tinha ferimentos no braço e no abdômen.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça nega converter prisão em internação para homem que arrancou o coração da tia
Próximo artigoMinistério da Justiça leiloa bens avaliados em quase R$ 9 milhões, em MT