Mulher é presa por tentar matar filhote que estava doente

Cadelinha foi levada ao veterinário e mulher responderá por maus-tratos

Uma cachorrinha que estava sendo asfixiada pela dona foi salva por policiais militares em Barra do Garças, 520 km de Cuiabá. Segundo informações do boletim de ocorrências, a mulher, de 46 anos, usava uma enxada sem cabo para cometer o crime quando foi surpreendida por uma testemunha.

A jovem estava na rua, ouviu um barulho estranho e suspeitou de maus-tratos contra animal. Então, ela se aproximou da casa da acusada, no Jardim Pitaluga, e a flagrou tentando matar o filhote enforcado em cima de um sofá velho no quintal.

Imediatamente, a testemunha começou a filmar a agressão e quando a suspeita percebeu, se escondeu dentro de casa.

PMs conseguiram salvar o animal e levá-lo para uma clínica veterinária. (Foto: divulgação/PM)

Neste momento, a polícia foi acionada e resgatou a cadelinha, que foi encaminhada ao veterinário da cidade.

Consta no boletim de ocorrências, que a agressora justificou o crime falando que a cadelinha era doente e que a família já tinha investido muito dinheiro para curá-la, porém não haviam mais recursos.

Por esse motivo, a mulher resolver sacrificar o animal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQueimadas no Pantanal: do resgate de animais feridos às perguntas sobre o futuro do bioma
Próximo artigoCuiabá tem duas empresas habilitadas a converter um veículo para o uso do Gás Natural