Mulher desaparece após sair com ex-marido e é encontrada morta

Suspeito sumiu levando suas roupas e carro da vítima também está desaparecido

(Foto: Ilustração)

Uma mulher de 40 anos, identificada como Maria José Alves da Silva, foi encontrada morta nessa quinta-feira (26) e o principal suspeito do crime é seu ex-marido, Valdir Carreiro da Silva Filho, 34 anos, que foi a última pessoa a ser vista com ela e está desaparecido.

O corpo de Maria José foi encontrado em um sítio em Nova Marilândia (270 km de Cuiabá).

Desaparecimento

A filha da vítima havia procurado a polícia nessa quinta-feira, por volta das 9h45, para noticiar que sua mãe havia saído na terça-feira (24) para ir até a cidade de Diamantino com o ex-marido dela e a cunhada da filha dela para realizarem o saque do FGTS.

Por volta das 15 horas, o ex-casal retornou para Nova Marilândia, deixou a cunhada da filha da vítima na residência dela e foi até a casa da filha, onde ficou por cerca de cinco minutos e saiu no carro da vítima, um Gol cinza, dizendo que iriam em uma casa em Santo Afonso (255 km de Cuiabá).

Depois disso, porém, a filha não conseguiu mais contato com a mãe, nem com o ex-padrasto. Ela conseguiu falar com a mãe do ex-padrasto e esta informou que ele também não retornou para casa desde o dia 24 de novembro, por volta das 15 horas.

A filha disse à polícia, ainda, que quando o casal ainda se relacionava, a mãe recebia ameaças do marido.

Encontrada sem vida

No mesmo dia da denúncia, por volta das 14h30, o corpo de Maria José foi encontrado na zona rural de Nova Marilândia, em um sítio.

No local, foi encontrada uma caixa de som, várias latas de cerveja vazias, um óculos (que foi entregue à família após fazerem o reconhecimento do corpo) e um celular (apreendido para investigação).

O corpo de Maria José estava dentro da água, próximo à margem do lado direito, de bruços.

Uma equipe da Polícia Civil foi até o local e acionou a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Tangará da Serra (250 km de Cuiabá) e o Instituto Médico Legal (IML) de Diamantino, que ficou responsável pelo corpo da vítima.

O carro de Maria José também está desaparecido. E a mãe do ex-marido disse que ao voltar da igreja encontrou a casa em que mora com o filho aberta, com a luz acesa e as roupas dele haviam sido levadas.

O crime foi registrado como feminicídio, Valdir é o principal suspeito e ainda não foi encontrado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSuspeito aponta arma para a PM durante abordagem, é alvejado e acaba morto
Próximo artigoSuspeito de estuprar mãe e filha e matar a mãe é identificado, mas segue foragido