Mulher ateia fogo no marido, acompanha-o ao hospital e alega legítima defesa

Ela jogou álcool nele, acendeu o primeiro fósforo, que não pegou, então acendeu um segundo e o incendiou

Imagem ilustrativa (Freepik)

Uma mulher de 28 anos foi presa nessa segunda-feira (14) por atear fogo no marido, de 37 anos, na casa do casal, no centro de Tangará da Serra (250 km de Cuiabá).

A Polícia Civil foi acionada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com a informação de que uma pessoa com queimaduras pelo corpo havia dado entrada na unidade de saúde.

Uma equipe foi encaminhada ao local e a médica plantonista disse que a vítima tinha sofrido queimaduras de 1º grau em 40% do corpo, estava intubada e em estado grave de saúde.

Os policiais foram informados que quem havia praticado o crime era a esposa da vítima e encontraram a mulher próxima à unidade de saúde.

Questionada, ela confessou ter praticado o crime, alegando que teria agido em legítima defesa, pois na noite anterior, no domingo (13), havia sido agredida com um murro.

Na manhã dessa segunda-feira (14), o casal teria discutido novamente. Então, quando a vítima foi ao banheiro, a suspeita o ficou aguardando com uma bacia com álcool e um fósforo nas mãos.

Quando o marido saiu, ela o surpreendeu e jogou o álcool nele. Depois, riscou um fósforo, que não pegou, então ela riscou um segundo e ateou fogo nele.

A vítima foi dirigindo até o hospital, mas a mulher o acompanhou e ele foi socorrido.

Segundo o delegado Adil Pinheiro de Paula, responsável pela investigação do caso, a suspeita alegou que ateou fogo no marido para se defender, porém, a versão não convence, uma vez que ela ficou aguardando para atacar a vítima.

“Ela aproveitou o momento em que a vítima saiu do banheiro para jogar o álcool e em seguida riscou o fósforo. Como na primeira tentativa o fósforo não pegou fogo, ela acendeu um segundo palito, conseguindo incendiar o corpo da vítima”, disse o delegado.

A mulher foi presa e encaminhada para a delegacia, acusada de tentativa de homicídio doloso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCuiabá só tem vacina suficiente para 1ª dose até amanhã
Próximo artigoPivetta “não perturba”