“Muito pelo contrário”

Governador Mauro Mendes evitou comentar polêmica sobre passaporte sanitária, recuando da análise de exigência comprovante

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O governador Mauro Mendes (DEM) recuou sua posição sobre a implantação do passaporte da vacina em Mato Grosso. Há alguns meses, ele disse que analisava tornar obrigatório a exigência do comprovante, no serviço público, pois seria o caminho para fazer avançar a vacinação. 

Ao ser questionado, na semana passada, sobre um projeto de lei do assunto em votação na Assembleia Legislativa, Mendes optou pela ironia. “Não sou nem a favor e nem contra, muito pelo contrário”, comentou. 

O projeto, da deputada estadual Janaína Riva (MDB), que parecia ter aprovação garantida, após apoio da maioria dos parlamentares na primeira votação, saiu de pauta por pedido de vista de ao menos cinco deputados em dúvida sobre proibir a implantação. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem mata a ex-mulher e o atual namorado dela a facadas em Cuiabá
Próximo artigoAdolescente esfaqueia o pai no pescoço para defender a mãe