Mudança de marca

Mauro Mendes pede alteração de Pró-Família para SER Família

(Foto: Mayke Toscano/SecomMT)

Provavelmente o programa que mais deu certo na gestão Pedro Taques (PSDB), o Pró-Família deve mudar de nome. Vai depender dos deputados estaduais. O governador Mauro Mendes (DEM) já encaminhou à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) um projeto pedindo a alteração.

O nome escolhido pelo democrata foi “SER Família”. De acordo com o projeto, trata-se de uma sigla mais “alinhada” às propostas da atual gestão do Estado.

As letras significam “superação” das condições de vulnerabilidade das famílias assistidas, “esperança” de melhores dias e condições de vida e o “respeito” à sua dignidade.

Além do nome, o projeto traz uma série de pequenas alterações na lei que instituiu o Pró-Família em Mato Grosso. Na justificativa, Mauro Mendes reconheceu a necessidade da iniciativa, mas disse que ajustes são necessários.

“O governo do Estado não pode negar os benefícios advindos do programa no combate à erradicação da pobreza, uma vez que este representa muitas vezes a única fonte de renda de uma família. No entanto, cabe-nos não só dar continuidade aos programas sociais que apresentam bons resultados, mas modificá-los a fim de que seus frutos possam ser elevados”

R$ 100 mensais

Atualmente, o programa distribui R$ 100 mensais a famílias carentes. O dinheiro é disponibilizado por meio de um cartão específico e só pode ser usado para compra de alimentos, em estabelecimentos previamente cadastrados.

Por enquanto, o valor do benefício não será alterado. Mas a justificativa de Mauro Mendes deixa claro que é “por enquanto”.

“Frisamos neste ponto, que o Estado tem a intenção de manter os valores inicialmente consignados à todas as famílias, porém, dadas as motivações acima elencadas, a possibilidade de sua redução faz-se urgentemente necessária”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCavalaria da PM tem um novo membro e você pode escolher o nome dele
Próximo artigoParaisópolis e a demonização da polícia