MTU cancela cartões de gratuidade para portadores de insuficiência renal

Benefício foi declarado inconstitucional pela Justiça; 428 pessoas em tratamento de hemodiálise terão benefício cancelado

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU) iniciou nesta terça-feira (16) o cancelamento de cerca de 428 cartões de transporte coletivo com benefício de gratuidade a portadores de insuficiência renal. A medida atende uma decisão judicial que declarou inconstitucional o benefício.

O cancelamento da gratuidade foi anunciado pela Justiça Federal em 12 de maio. No dia 15 do mesmo mês, a MTU encaminhou ofício ao prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro e ao secretário de Mobilidade Urbana – Semob, Antenor de Figueiredo, informando que no prazo de 15 dias estaria iniciando o procedimento de cancelamento dos cartões de gratuidade.

O gerente comercial da MTU, Jairo Girão, lembra que a população foi avisada desde maio sobre o cancelamento, como também os representantes municipais. No entanto, o cancelamento foi iniciado somente este mês.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorImpostos para muitos, benefícios para poucos!
Próximo artigoDuelo de ausências

O LIVRE ADS