MT terá R$ 2 bi em investimentos dos fundos constitucionais

Ministério do Desenvolvimento Regional anuncia que setor rural será prioritário na concessão de crédito com juros baixos

Pouco mais de R$ 2 bilhões serão aplicados nos setores de agronegócio, empreendedorismo e infraestrutura em Mato Grosso. O dinheiro vem dos Fundos Constitucionais, geridos pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Conforme informação da Agência Brasil, o dinheiro será disponibilizado na modalidade de financiamento, porém como juros mais baixos, e as transações ficarão por conta do Banco do Brasil, instituição financeira operadora do crédito.

Não foi informado quanto será aplicado em cada um dos setores da economia, apenas que a maior parte ficará com o agronegócio e que dos R$ 7,1 bilhões previstos para todo Centro-Oeste, apenas R$ 296 serão encaminhados para obras de infraestrutura.

Mato Grosso e Goiás foram os estados mais agraciados com o recurso destinados para região. Ambos ficarão com 33% do total ou R$ 2,1 milhões.

Eles foram seguidos de Mato Grosso do Sul (24%) e Distrito Federal (10%).

Bolo Nacional

No total, os fundos terão R$ 46,3 bilhões em investimentos, dos quais R$ 29,3 bilhões ficarão com o Nordeste e R$ 9,9 bilhões com o Norte.

O rateio anunciado ontem não contempla a região Sul, porém o ministério informou que também haverá verbas para lá, porém não discriminou quais e nem o valor.

Para que serve

O dinheiro deverá ser aplicado no setor rural, por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e também no desenvolvimento regional, com o investimento em projetos para a abertura de negócios, investimentos para expansão das atividades, aquisição de estoque e até para custeio de gastos relacionados à administração.

Para ter acesso ao financiamento é preciso procurar os bancos públicos operadores do crédito: o Banco do Brasil (Centro-Oeste), o Banco do Nordeste (Nordeste) e o Banco da Amazônia (Norte).

(Com informações Agência do Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDe “namoradinha” a “noiva”: depois de reunião, Regina Duarte e Bolsonaro renovam status
Próximo artigoSérie da Netflix sobre chocante caso dos EUA impressiona assinantes

O LIVRE ADS