MT registra 3 casos de tuberculose por dia e emite alerta para municípios

Só em Cuiabá, mais de 400 pessoas foram diagnosticadas e 20 delas morreram por causa da doença

(Foto: Dvulgação)

O número é alto e preocupa especialistas. Em 2019, Mato Grosso registrou três casos de tuberculose para cada dia do ano. Ao todo, 1.140 novos pacientes foram diagnosticados com a doença.

Esse é o maior índice entre os Estados da região Centro-Oeste. A cada 100 mil habitantes, 40 foram diagnosticados.

E assim como a Covid-19 – doença causada pelo novo coronavírus – a forma de transmissão da tuberculose é de homem para homem, através de tosse e espirro das pessoas infectadas. O principal órgão afetado é o pulmão.

“Nossa preocupação é quanto à manutenção do tratamento. Estamos empenhados em buscar casos que possam passar batido. Vivemos em um momento em que a população está voltada para outros agravos, como o coronavírus. Acontece de alguns não estarem atentos para a tuberculose”, afirmou Lúcia Dias, da Vigilância Epidemiológica.

Quase metade dos casos registrados em Mato Grosso estão em Cuiabá. Foram 403 pessoas diagnosticadas na Capital. Desse número, 20 pacientes morreram por causa da doença. Uma taxa de letalidade de quase 5%.

LEIA TAMBÉM

No Brasil, 73.864 casos novos de tuberculose foram notificados no ano passado. São Paulo e Rio de Janeiro lideram a lista com 17.355 e 11.139 casos, respectivamente.

No mundo, em 2018, cerca de 10 milhões de pessoas adoeceram por tuberculose. E 1,5 milhão morreram em decorrência da doença.

Segundo o Ministério da Saúde, a tuberculose afeta desproporcionalmente pessoas do sexo masculino, adultos jovens e países de baixa renda. Os indicadores deixam claro que a ocorrência está ligada diretamente a fatores socioeconômicos.

Alerta para municípios

O governo de Mato Grosso notificou 36 municípios pela alta incidência da doença. De acordo com o alerta, em 30 desses locais há risco de a popular adoecer.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a incidência nesses municípios é maior que a média nacional. São eles:

  • Campinápolis
  • São Pedro da Cipa
  • Figueirópolis d’Oeste
  • Cuiabá
  • Rio Branco
  • Novo Horizonte do Norte
  • Poconé
  • General Carneiro
  • Vera
  • Glória d’Oeste
  • Nobres
  • Guarantã do Norte
  • Barra do Garças
  • Barra do Bugres
  • Várzea Grande
  • Santo Antônio do Leste
  • Itaúba
  • Ribeirão Cascalheira
  • Nortelândia
  • Lambari d’Oeste
  • Bom Jesus do Araguaia
  • Chapada dos Guimarães
  • Nossa Senhora do Livramento
  • Paranaíta
  • Santa Carmem
  • Comodoro
  • Peixoto de Azevedo
  • Araputanga
  • Paranatinga
  • Apiacás
  • Pontes e Lacerda
  • Curvelândia
  • Vila Bela da Santíssima Trindade
  • Cáceres
  • Alta Floresta
  • Rondonópolis

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMP Eleitoral sugere que R$ 1,3 mi em multas a ex-candidatos vão para o combate à Covd-19
Próximo artigoLoja fechada por quarentena em Cuiabá é invadida e ladrões fazem um “limpa”