MT poderá ter novas doses de vacina no início da próxima semana

Fiocruz deverá fazer a distribuição dos 2 milhões de doses da AstraZeneca entre a tarde de sábado e a madrugada de domingo

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Mato Grosso deverá ter novas doses de vacina para ampliar a campanha de vacinação contra a covid-19 no início da próxima semana. Os 2 milhões de doses da vacina Oxford-AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), começarão a seguir para os estados na tarde deste sábado (23).  

As doses, vindas da Índia, chegaram ao Aeroporto de Guarulhos às 17h20 dessa sexta-feira (22), a carga foi transportada em um avião da Azul para a Base Aérea do Galeão, aonde chegou às 22h (horários de Brasília). 

Até o início da manhã de hoje, o Ministério da Saúde não havia informado quantas doses virão para o Estado, conforme a Secretaria de Comunicação (Secom). 

As vacinas prontas foram fabricadas pelo Instituto Serum, na Índia, e eram aguardadas desde sábado (16), mas tiverem atraso no envio por questões internas da Índia. 

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, recebeu o lote em solo brasileiro, ao lado dos ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e das Comunicações, Fábio Faria. Também estavam o embaixador da Índia, Suresh Reddy, e a presidente da Fiocruz, Nisia Trindade. Esta última se juntou ao grupo no Rio de Janeiro. 

“A encomenda tecnológica prevê 100 milhões de doses para o primeiro semestre. Essas 2 milhões de doses são apenas o início. É o começo do processo. O objetivo do Ministério da Saúde é a vacinação em massa do povo brasileiro. E isso vai nos colocar, rapidamente, no topo da lista do número de vacinados. Com 8 milhões de doses, nós passaremos a ser o segundo país do ocidente que mais vacinou”, disse Pazuello, em pronunciamento à imprensa na Base Aérea. 

Fiocruz 

Da Base Aérea, as vacinas seguiram em caminhões refrigerados para o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), para checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português. 

Esse processo será feito ao longo da madrugada e da manhã de sábado e será realizado por equipes treinadas em boas práticas de produção. A previsão é de que as vacinas estejam prontas para distribuição para todos os estados brasileiros no período da tarde. 

Toda a logística de distribuição ficará sob a responsabilidade do Ministério da Saúde, por meio do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAmazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia
Próximo artigoMP apura fura-fila de vacina em ao menos 10 estados e no DF