MT em emergência ambiental

Decreto foi publicado no Diário Oficial de ontem

(Foto: Mayke Toscano/Secom-MT)

O governo do Estado de Mato Grosso decretou estado de emergência ambiental porque as chuvas deste ano estão abaixo da média histórica, o que reduz a umidade do ar e aumenta a incidência de queimadas e incêndios florestais.

Conforme o Diário Oficial de Estado que circulou nesta quarta-feira (19), está autorizada a contratação de brigadistas pelas Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) para ajudar no combate aos focos de calor.

No decreto nº938/2021, também está estabelecido o prazo máximo para o uso da queimada controlada dentro das propriedades, 01 de julho. A proibição se estenderá até outubro deste ano.

A queima controlada é uma técnica usada nas propriedades rurais usada para eliminar matéria orgânica, que serve de combustível em caso de incêndios florestais.

Vale lembrar que no ano passado, Mato Grosso passou por uma situação caótica por conta do fogo. O Pantanal Mato-grossense, por exemplo, teve 40% do bioma consumido pelas chamas.

Leiam também:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior745 mil mortos “de cansaço”
Próximo artigoTerceira onda? Taxa de transmissão da covid-19 volta a crescer em MT