MT deve começar a exportar carne bovina para a Coréia do Sul

Governador do Estado recebeu Cônsul-Geral Hak You Kim para reunião sobre comércio internacional

Governador Mauro Mendes recebe uma lembrança do governo sul-coreano durante visita institucional no Palácio Paiaguás - Foto: Christiano Antonucci

O cônsul-geral da Coréia do Sul, Hak You Kim foi recebido pelo governador Mauro Mendes nesta quinta-feira (31) no Palácio Paiaguás. Ele faz uma visita institucional em Mato Grosso com o objetivo de conhecer o Estado e entender quais são as opções de negócios que podem interessar empresários sul-coreanos. O país asiático projeta um acordo de livre comércio com o Mercosul.

“A Coreia do Sul já importa carne suína do Sul do Brasil e estamos finalizando a análise de risco para a importação de carne bovina. Com o acordo de livre comércio com o Mercosul, que deve ocorrer no primeiro semestre de 2020, já devemos iniciar este comércio, especialmente com Mato Grosso”, afirmou o diplomata.

Mauro Mendes falou sobre a importância da agropecuária de Mato Grosso para o cenário nacional e mundial, aliada sempre à sustentabilidade ambiental. “Temos um grande potencial e a possibilidade de dobrar nossa produção sem derrubar árvores. E temos oportunidades para investimentos em agronegócios, infraestrutura e logística”, informou.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, lembrou que em setembro sete indústrias mato-grossenses foram habilitadas pelo governo chinês para exportar ao País. “Isso mostra que temos todas as prerrogativas para fornecer o produto para os países asiáticos, com condições de sanidade e qualidade”, disse.

Para o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Nilton Borgato, a aproximação com a Coreia do Sul é muito bem vinda e pode render bons frutos para Mato Grosso. “Uma parceria possibilitaria diversificar a base econômica do nosso estado. Certamente, grandes projetos poderão ser desenvolvidos a partir deste primeiro encontro, onde apresentamos as principais ações da Seciteci”, frisou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS