MT deixa de arrecadar R$ 4,2 bilhões por causa da covid-19

Segundo o Impostômetro da Fecomércio, em agosto do ano passado, o Estado já havia atingido a marca de arrecadação desta segunda-feira

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

De 1º de janeiro a 28 de setembro, Mato Grosso arrecadou R$ 22,450 bilhões em tributos municipais, estaduais e federais, ou seja, R$ 4,2 bilhões a menos que no mesmo período do ano passado. 

Os dados são do boletim “Impostômetro” da Fecomércio, segundo o qual, nesta mesma data, em 2019, essa arrecadação já somava R$ 26,701 bilhões.

Os números, segundo a Federação apontam que o valor arrecadado chega com atraso de 45 dias em relação ao ano passado. Isso quer dizer que, em 2019, no dia 14 de agosto, Mato Grosso já havia registrado a marca que, neste ano, só registou nesta segunda-feira (28).

Um indício de forte desaceleração da receita tributária, representando um recuo de 16%, segundo a Fecomércio.

Efeito da pandemia

E a pandemia do novo coronavírus foi apontada como a principal causa para essa diminuição.

De acordo com a Fecomércio, a própria Secretaria de Estado de Fazendo (Sefaz-MT), por meio do Boletim da Receita Estadual, revelou que o impacto na arrecadação foi sentido após ser decretado estado de calamidade pública, em março.

Ainda segundo o boletim da Sefaz, o impacto no faturamento tributável chegou a -35,7%, registrado na 15ª semana em relação à média anterior à covid-19.

(Foto: Reprodução)

Com a flexibilização das medidas restritivas aos setores econômicos, que possibilitaram a retomada das atividades, o faturamento voltou a registrar alta na comparação com o período pré-covid.

Não só em MT

No país, também houve queda na arrecadação de tributos, se comparado com o mesmo período do ano passado: aproximadamente R$ 320 bilhões.

Até o momento, o Brasil soma R$ 1,5 trilhão em impostos, taxas e contribuições.

O Impostômetro considera todos os valores arrecadados pelas três esferas de governo a título de tributos, como impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSesp gasta R$ 2,4 milhões com aeronaves
Próximo artigoPantanal MT Hotel é ponto de apoio de veterinários que resgatam animais feridos pelo fogo