MT: 28 prédios públicos já passaram por desinfecção desde o começo da pandemia

Serviço está sendo pago por meio de uma parceria com o TRE

(Foto: assessoria da Ager)

Vinte e oito prédios públicos já passaram pelo processo de desinfecção, segundo a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). O serviço está sendo pago por meio de uma parceria, no qual o Tribunal Regional Eleitoral entrou com os recursos, que totalizam R$ 350 mil e devem ser usados conforme a necessidade.

Mas, você sabe como o dinheiro é aplicado e como funciona o processo?

Conforme informações do órgão, a empresa vencedora da concorrência cobra R$ 1,70 por metro quadrado de área interna em Cuiabá e Várzea Grande. Já no interior, o valor sobre para R$ 1,92 por metro quadrado.

No contrato, ficou estabelecido que as áreas externas não serão cobradas.

Entre os prédios que passaram por este procedimento estão: a Secretaria de Assistência Social e Cidadania, Fazenda, Infraestrutura e Logística, Meio ambiente, Procuradoria Geral do Estado, Casa Civil, MT Saúde, Procon, Polícia Civil e Secretaria de Segurança.

A desinfecção tem garantia de 30 dias e pode ser solicitado uma reforço em 15 dias, sem custo adicional.

Quando há casos confirmados da doença e a situação coloca em risco os servidores e a clientela que transita pelo órgão, o serviço é acionado.

Como é feita a limpeza?

O trabalho é realizado conforme as regras estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No processo, é utilizada o quaternário de amônia, espalhado pelo local com técnicas de nebulização, atomização e termonebulizadoras.

Toda estrutura – da parede ao teto – bem como mobiliários e utensílios recebem o produto. Sendo que o prédio precisa ficar 3 horas fechado ao final do procedimento.

As empresas que fazem os serviço precisam ser habilitadas e ter uma série de equipamentos, que permitam a pulverização de partículas muito finas de volume ultrabaixo no ambiente, sem riscos de danificar equipamentos, documentos e afins.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMT é o estado do Centro-Oeste com o maior número de mortes por covid-19
Próximo artigoVídeo | Policial dá soco em advogado durante abordagem; confira o que aconteceu

O LIVRE ADS