MPF pede investigação sobre condições de museus na capital paulista

Serão vários prédios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)

(Foto: Divulgação)

Com base em notícias publicadas pela imprensa sobre a conservação das edificações onde estão museus e monumentos na capital paulista, o Ministério Público Federal (MPF) determinou a instauração de uma investigação preliminar para apurar as condições da estrutura e de segurança contra incêndio dessas edificações.

Segundo a ação, devem ser investigados o Conjunto do Ipiranga – formado pelo Museu Paulista, Monumento à Independência, Casa do Grito e Parque da Independência -, o Museu de Artes de São Paulo (MASP), o Teatro Municipal e o edifício-sede da Biblioteca Municipal Mário de Andrade.

Todos esses prédios e acervos são tombados ou estão em processo de tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). As notícias também relatam que, além dos problemas estruturais, essas construções não têm Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros.

“Os bens tombados da investigação precisam de imediata atenção, pois podem encontrar-se em situação análoga ao Museu Nacional, no Rio de Janeiro, e ao Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz, em São Paulo, tendo em conta a notícia de problemas estruturais em suas instalações e em seus equipamentos de segurança”, disse a procuradora da República Suzana Fairbanks, responsável pelo inquérito civil público que apura a regularidade, as medidas adotadas e os projetos para recuperação do conteúdo museológico do Museu da Língua Portuguesa, destruído por um incêndio ocorrido em 21 de dezembro de 2015.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCabo Daciolo promete retirar estátuas da Havan; veja vídeo
Próximo artigoBlairo Maggi não apagou mensagens de celular apreendido pela PF, segundo perícia