MPF denuncia quatro indígenas por morte de Xavante em conflito sobre venda de madeira

Denunciados são apontados como envolvidos em crime considerado desproporcional e cruel cometido em março

Imagem ilustrativa (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou quatro indígenas por envolvimento no assassinato de Severino Tsaridu Xavante, na terra indígena (TI) Areões, em Nova Nazaré (780 km de Cuiabá), em março. 

Segundo MPF, o crime ocorreu em conflito sobre a venda de madeiras. Severino Tsaridu seria uma pessoa que vendia toras para interessados, e os denunciados seriam contra. 

Ele foi morto no dia 10 de março e o relatório do Ministério Público diz que a relação entre a reação dos suspeitos e o crime cometido é “desproporcional”. 

“O crime foi praticado por meio cruel, com a vítima sendo agredida repetidas vezes na cabeça. Severino foi agarrado, arrastado e afastado de seu grupo, derrubado e agredido por mais de 10 pessoas, até a morte, sem qualquer chance de defesa”, diz o órgão. 

O laudo médico do corpo de Severino aponta trauma no crânio e face como motivo da morte. Ainda conforme o MPF, os agressores assassinaram Severino na frente do filho da vítima, menor de idade, que teria sido segurado e também agredido. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSilvio Santos testa positivo para covid-19 e é hospitalizado
Próximo artigoCuiabá anuncia vacinação para faixa etária de 30 a 34 anos