MPE quer investigação de EP

Órgão quer esclarecer imbróglio entre Emanuel e Abílio

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O coordenador do Nucleo de Ações de Competências Originárias (Naco Criminal) do Ministério Público, procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda, pediu que a Delegacia Especializada de Crimes Tributários (Defaz) e a de Combate à Corrupção (Deccor) abram inquéritos contra o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB).

O ofício foi entregue na tarde desta sexta-feira (6).

O procurador pediu que os delegados investiguem todas as denúncias relacionadas ao imbróglio entre o prefeito e o vereador de oposição Abílio Brunini (PSC).

Abílio acusa o prefeito de oferecer dinheiro para outros vereadores cassarem seu mandato na Câmara.

O prazo para a conclusão das investigações é de 30 dias após a instauração do inquérito.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMutirão fará diagnóstico precoce de câncer de pele em todo o país
Próximo artigoPrevidência: Poderes devem gastar ao menos R$ 148 milhões para contribuir com o mínimo

O LIVRE ADS