MPE pede que Emanuel Pinheiro esclareça plantio de palmeiras nos canteiros do VLT

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 29ª Promotoria de Defesa Ambiental e Ordem Urbanística, encaminhou ao prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, um pedido de informações a respeito do plantio de palmeiras imperiais nos canteiros centrais que servirão de trajeto para o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

O pedido foi feito depois que o LIVRE publicou reportagem mostrando que o plantio contraria o Decreto nº 5.144 de 15 de fevereiro de 2012. A norma estabelece que 70% das mudas plantadas em canteiros estreitos (de até três metros) sejam nativas.

Ednilson_Aguiar/Olivre

Horto Florestal

O prefeito teria de atender “cota” de 70% para espécies nativas

O promotor de Justiça Carlos Eduardo Silva disse que o Ministério Público também se preocupa com a possibilidade dos gastos se mostrarem desnecessários. Além disso, o promotor fez referência ao “uso de técnicas que privilegiem o paisagismo característico da flora regional”, que é previsto no decreto citado na reportagem do LIVRE.

No pedido de informações, o MPE pediu o envio de documentos referentes aos estudos técnicos (projetos paisagísticos) que estabeleceram os parâmetros para a escolha do espécime adotado (palmeira imperial), que é considerado exótico e não possui características da vegetação local.

O MPE solicitou, ainda, o encaminhamento dos dados e informações existentes no “orçamento estimado (planilha de custos) que subsidiará o edital para a aquisição dos espécimes em questão e de outros constantes no projeto paisagístico”.

A Promotoria requereu, também, esclarecimentos sobre a existência de alguma informação oficial do Governo do Estado sobre a definição da interrupção das obras do VLT no trajeto onde se pretende plantar as palmeiras. O MPE fixou prazo de 10 dias para a apresentação de resposta, que pode dar início, ou não, a um inquérito civil público.

O pedido de informação do MPE aconteceu depois que a Prefeitura Municipal de Cuiabá anunciou que plantará mais de 400 mudas de palmeiras imperiais nos canteiros das avenidas onde deveria passar o VLT. A limpeza já teve início nos canteiros das avenidas do Centro Político Administrativo (CPA) e Fernando Corrêa da Costa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRelator do Refis diz que Temer assinou MP que prorroga adesão até 14/11
Próximo artigoPlanejamento: mensagem modificativa incorpora déficit de R$ 159 bi para 2018