MP vai apurar responsabilidade por desabamento da Casa de Bem Bem

Casa de Bem-Bem, 2018 (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A pedido da filha de Bem Bem, Constança Palma, o Ministério Público Estadual decidiu abrir procedimento preparatório para apurar as responsabilidades pelo desabamento da Casa da família situada na rua Barão de Melgaço, em Cuiabá.

Há alguns anos, este que é um dos patrimônios históricos mais importantes da cidade, vem se deteriorando. Em novembro do ano passado, a equipe do Livre flagrou reunião técnica em que foi anunciada a retomada da obra, mas sem nenhum avanço, pelo contrário. Danos irreparáveis podem ter sido causados à estrutura.

Na portaria número 026/2018, o promotor de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá, Gerson Barbosa, leva em consideração denúncia de Constança, que relata que o imóvel foi cedido em regime de comodato para o Estado por 20 anos e que seria dele, como comodatário, a obrigação da manutenção e segurança do imóvel.

O promotor deve ouvir também representantes da Secretaria de Município de Cultura, Esporte e Turismo, Procuradoria do Município e a empresa X Nova Fronteira, dentre outros.

Segundo Barbosa, “a Secretaria de Estado de Cultura encaminhou ofício no qual afirmou ter celebrado Termo de Permissão de Uso, por 20 anos, com o Instituto Ciranda, para o desenvolvimento de atividades culturais, a quem coube os custos inerentes à manutenção, conservação e reparação dos danos no imóvel” e que a reforma teria ficado a encargo da Secretaria Municipal com a utilização de recurso federais – e que esta teria garantido que a empreiteira citada faria a obra emergencial.

“Até o momento, não foram prestadas as informações requisitadas à Procuradoria-Gemi do Município sobre projeto emergencial mencionado pela SMCET e da atual situação do imóvel em questão e que já se encerrou o prazo estabelecido pela Resolução 052/2018-CSMP, para a noticia de fato”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMendes afirma que candidatura ao Estado será decidida após abril
Próximo artigoCom Taques ausente, Nilson defende que DEM tem “direito” a lançar candidato

O LIVRE ADS