MP pede que prefeitura troque comissionados por aprovados em concurso da educação

Das 95 vagas de técnico de suporte educacional ofertadas no último concurso só metade dos aprovados foram chamados

O Ministério Público Estadual notificou a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande para que não celebre novos contratos temporários ou prorrogue os vigentes.

O órgão deverá convocar candidatos aprovados em concurso público para o cargo de Técnico de Suporte Administrativo Educacional – perfil técnico de manutenção e segurança da infraestrutura escolar.

Ainda de acordo com a recomendação do MPMT, a Secretaria deve substituir os contratados temporários por aprovados, seguindo a ordem de classificação do concurso público. A recomendação partiu da promotora de Justiça Audrey Thomaz Ility.

Os profissionais irão trabalhar nos CMEIS e nas escolas do município que atendem a educação básica. No último concurso público realizado pelo município, que teve o resultado homologado em abril de 2018, foram ofertadas 95 vagas para este cargo, contudo, convocados somente 40 candidatos aprovados, dos quais apenas 31 estão no exercício da função.