MP pede a juiz que determine mais 14 dias de quarentena em Cuiabá e VG

Fechamento do comércio nas duas maiores cidades de MT completa 15 dias na próxima quinta-feira (9)

(Foto: Mayke Toscano/Secom-MT)

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) requereu ao juiz da Vara Especial de Saúde que a quarentena em Cuiabá e Várzea Grande seja prorrogada por no mínimo mais 14 dias.

O promotor de Justiça, Alexandre Guedes, argumentou que o índice de ocupação de leitos de UTI estão com taxa de 93% de ocupação nas duas cidades, o que coloca a situação de risco como “muito alta”.

As medidas de quarentena – com fechamento das atividades não essenciais e restrição de circulação de pessoas – estão em vigor desde o dia 25 de junho – e valeriam até esta quinta-feira, dia 9 de julho.

Neste período, a Prefeitura de Cuiabá adotou medidas como: toque de recolher a partir das 20h e barreiras sanitárias – que deverão começar a funcionar a partir desta quarta-feira (8).

Em Várzea Grande, entre as medidas adotadas está a proibição de venda de bebidas alcóolicas geladas nas distribuidoras, conveniências e mercados.

Apesar disso, o número de contágio por coronavírus aumentou 75% desde o começo da quarentena em Cuiabá até o começo desta semana, com casos em monitoramento passando de 2.332 para 4.086.

O número de mortes por covid-19 na capital, saltou de 136 para 262 no período, um aumento de 92,6%.

Em Várzea Grande, mesmo com as medidas de quarentena, o número de testes positivos aumentou 57,4%, passando de 715 em 25 de junho para 1.126 em 6 de julho. Já a quantidade de óbitos subiu 64,9%, aumentando de 97 para 160.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSecretário curado da covid
Próximo artigoExecutivo da Disney diz ser “a hora certa” para um terceiro filme da franquia Tron

O LIVRE ADS