|Quarta-feira, 19 setembro 2018

Motorista é culpado em acidente por não distinguir o formato da placa de “Pare”

Em segunda instância, ele ganhou a ação, visto que a placa de “Pare” estava no sentido oposto ao que ele trafegava

789
COMPARTILHECOMPARTILHE

O juiz Anderson Candiotto, da Comarca de Sorriso (400 km de Cuiabá), condenou um motorista a pagar danos morais e materiais a outra motorista depois de ele se envolver em um acidente em que, segundo o juiz, ele deveria ter visto que não estava na preferencial porque na via oposta havia uma placa de “Pare” – mesmo que ela não estivesse virada para ele.

O magistrado entendeu que, como a placa de “Pare” tem um formato diferenciado, o motorista deveria tê-la visto e respeitado, mesmo ela estando na via oposta à que ele trafegava. O caso aconteceu em Sorriso, no cruzamento da Rua Santo Expedito com a Rua Trento, e envolveu dois veículos de passeio.

O processo foi levado para a 2ª instância e, desta vez, o motorista ganhou a ação. A Quarta Câmera de Direito Privado do Tribunal de Justiça de Mato Grosso reformou a sentença e retirou a obrigação do motorista de indenizar os prejuízos causados no acidente.

“Não se mostra sensato exigir do motorista que se oriente pelo verso da placa de sinalização constante do lado oposto da via pela qual trafega, como entendeu o sentenciante, ainda que a sinalização possua forma geométrica diferenciada, uma vez que a atenção demandada, de todo e qualquer condutor, pelo trânsito, impede que este, ao mesmo tempo que dirige, se aperceba e interprete a forma geométrica designada para cada tipo de placa de sinalização, mormente quando localizada em sentido contrário do que ruma”, consta na sentença.

Os desembargadores entenderam que ao mesmo tempo em que a via que o motorista transitava não era sinalizada, também não havia nenhuma placa informando que a outra motorista deveria seguir na via dela e, por isso, na falta de sinalização, a preferência é de quem está à direita, no caso, o motorista que, a princípio, havia sido condenado.

Com a nova sentença, o motorista não só não precisará mais pagar os danos do acidente, como ainda deixou de ser obrigado a pagar as custas processuais e os honorários advocatícios, que agora serão de responsabilidade da outra motorista.

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
17 membros de quadrilha que agia em roubos e homicídios em Cuiabá são presos em operação
Uma hora antes da viagem, governo cancela a ida de atletas a Campeonato Brasileiro Estudantil
Carro fica destruído e motorista preso às ferragens ao bater em poste no CPA III
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Taques sobre 3º lugar em pesquisa: “Respeitamos, mas vamos vencer as eleições”
Desembargador suspende condenação de Fabris para que ele possa disputar eleição
“O Estado tem que deixar de enfiar a colher na vida particular das pessoas”, diz Maria Lúcia, do PCdoB
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Peste suína africana: ministro emite alerta e pede ajuda a quem vai viajar para o exterior – veja vídeo
Três produtores da região de Quatro Marcos são destaques no SENAR
Mato Grosso quebra o próprio recorde de esmagamento de soja
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Parada Gay: no sábado, ativistas das causas LGBTI+ celebram a diversidade em ato político e cultural
Sessão Diversidade na UFMT debate ativismo contra AIDS com filme premiado em Cannes
Dramas sociais “O Invasor” e “Rota de Colisão” serão exibidos no Cineclube da UFMT nesta quarta
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Ex-comandante da PM do Rio é condenado por lavagem de dinheiro
Suspeitas sobre as urnas são “descoladas da realidade”, diz Rosa Weber
Em parecer ao STF, PGR insiste para que Eduardo Cunha continue preso
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Sine oferece quase 50 vagas de emprego nesta semana; 22 são para PCDs
Última semana para inscrição em concursos com salários de até R$ 7 mil; veja vagas
McDonald’s oferece 20 oportunidades de trabalho em Cuiabá
X