Motorista de app assedia, discrimina e mostra órgão sexual para adolescente

Ele já foi identificado pela polícia e está preso

Imagem ilustrativa

Uma adolescente de 15 anos viveu momentos de terror na noite dessa quarta-feira (11) durante uma corrida em um carro de aplicativo de transporte em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), em que o motorista resolveu assediá-la, ameaçá-la e, até mesmo, mostrar o órgão sexual dele.

A Polícia Militar foi acionada pela vítima e pelo companheiro dela. Uma equipe foi até o casal e encontrou a adolescente chorando e aparentemente traumatizada.

Segundo o relato da vítima, ela embarcou no veículo de aplicativo no Bairro Água Vermelha, em Várzea Grande, e sentou-se no banco de trás com seu filho, de apenas quatro meses de vida.

Durante o trajeto para sua casa, porém, o motorista começou a importuná-la sexualmente.

“Você, com esta cor, deve saber de muita coisa”

A primeira coisa que o suspeito fez foi perguntar para a adolescente se ela tinha alguma informação para “apimentar” relações sexuais, e ela rapidamente respondeu que não.

O homem, no entanto, continuou e disse: “Você, com esta cor, deve saber de muita coisa”. Depois disso, ele desviou do caminho que levava à casa da vítima e perguntou se ela queria ver algo.

A garota respondeu que não, mas o suspeito insistiu dizendo que “pela cor dela ela gostava”, expôs seu órgão genital e disse: “Você que é dessa cor tem que fazer comigo”.

Em pânico, a adolescente negou novamente e foi ameaçada de que teria que “se ver” com o motorista. Depois disso, porém, ele retornou para o caminho certo e a levou para casa.

Já em sua residência, ela e o companheiro conseguiram identificar o veículo do suspeito e o nome completo dele e acionaram a Polícia Militar.

O acusado foi encontrado no Bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, detido e encaminhado para a Central de Flagrantes, onde foi reconhecido pela vítima.

O caso foi registrado como importunação sexual, praticar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional e ameaça.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Verme, esterco….que asco! Tanta gente boa partindo desse mundo doente, e esse ser rastejante ainda vive sobre a Terra. Nessas horas, vem pensamentos que não são cristãos em relação a esse vagabundo. Isso aí, deve ter muitos crimes nas costas. Pedófilo deveria ser linchado, não respeitou a menina e muito menos o bebê no colo dela. Que seja encarcerado e vire “noiva na prisão!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFraude nas eleições
Próximo artigoPreso por “associação ao tráfico”, vereador disputa reeleição em VG