Motociclista sofre acidente em Cuiabá e fica no chão por mais de 1h20 sem socorro

Agentes da Semob isolaram a vítima e controlaram o trânsito, mas Ciosp não conseguiu acionar o Samu por mais de 1h20

Foto: Agentes da Semob

Um motociclista ainda não identificado sofreu um acidente no início da manhã desta sexta-feira (23) na lateral da trincheira Jurumirim, em Cuiabá, e está no chão até agora esperando por socorro médico.

Agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) estão no local isolando a vítima e controlando o trânsito e relataram ao LIVRE que eles e o Ciosp já tentam acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) há 1 hora e 20 minutos, mas não conseguem contato.

O acidente aconteceu enquanto a vítima, que não é habilitada, pilotava a motocicleta sentido à trincheira, com uma pessoa na garupa, em velocidade incompatível com a via, e acabou esbarrando em um veículo que tentava acessar a rotatória.

Com a colisão, o motociclista caiu no chão e, possivelmente, fraturou a clavícula. Em desespero, o garupa da motocicleta pegou o veículo e fugiu, abandonando o amigo machucado.

A Polícia Militar esteve no local e, em seguida, os agentes da Semob chegaram. Desde o momento do acidente o Ciosp está tentando acionar o Samu, mas até o momento não conseguiu contato e a vítima está no chão reclamando de dor.

“Estamos acostumados com a demora [do Samu], mas o não atendimento não é comum”, disse um dos agentes da Semob que está atendendo a ocorrência.

Apesar de uma faixa da via estar bloqueada, o Trânsito no local está fluindo normalmente, visto que nesse horário o fluxo não é grande.

Atualização

Após quase duas horas, os agentes da Semob conseguiram auxílio do Corpo de Bombeiros e uma equipe de militares imobilizou a vítima. A viatura dos bombeiros, porém, não é adequada para o transporte de vítimas.

Quando os bombeiros terminaram a imobilização, uma viatura do Samu passou pelo local e parou para prestar socorro. Apesar de não ser acionada, porque o Ciosp não conseguiu contato com o Samu até o momento, a equipe colocou a vítima na viatura e a encaminhou para um hospital.

O que disse o Samu?

Em nota, a assessoria do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) informou que, no início da manhã desta sexta-feira (23), houve um problema técnico com o número 192, mas a operadora de telefonia já realizou o reparo. A linha foi restabelecida às 10h.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMT chama a atenção de embaixador por fiscalização a atos ambientais criminosos
Próximo artigoEmanuel diz que não discute disputa ao Governo de MT em 2022