Mostra “trash” agita a Hellcity com 37 filmes e bate-papos sobre cinema marginal

No mês do cachorro louco, produções independentes e experimentais em debate e exibição no Misc e UFMT; confira a programação!

Quem vai ser o rato do século XXI? (Dir. Daniela Távora)

Tosqueiras clássicas, bizarrices e podreiras – embaladas a performances, bate-papos e rock’n’roll! – transformam o Museu da Imagem e do Som (Misc) e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em espaços de divulgação da produção audiovisual independente, experimental e marginal na capital mato-grossense.

É o mês do cachorro louco que chega fervendo na Hellcity com a 4ª edição do já tradicional “Cinecaos”, uma mostra de cinema trash e underground, que acontece dos dias 18 de agosto a 8 de setembro – todos os fins de semana. Uma das únicas iniciativas no país voltadas a exaltar a contracultura cinematográfica brasileira e mundial – com exibições e atividades gratuitas!

Realizada por Eliete Borges e Carol Damasceno, desde 2015, no primeiro ano a mostra exibiu cineastas representantes da verve escatológica, como Gurcius Gewdner, sem deixar de fora a produção local. Em 2015, levou ao Cineclube Coxiponés a reflexão sobre “o mundo cão e escatologias afins”. Na última edição, “o caos é mais embaixo”, focou em uma mostra cheia de furor com a Mostra Chorume.

Em 2018, serão cerca de 40 produções “subterrâneas”, pela primeira vez submetidas a inscrições. Foram recebidos 60 filmes em um período de apenas duas semanas. Curtas, médias, longas-metragens e videoclipe, raramente vistos nas telonas e telinhas dos cinemas e da televisão, que rejeitam a ideia de contemplação do “belo”, clean e cult, sem compromisso com a qualidade técnica convencional.

Ainda assim, alguns deles premiadíssimos no circuito independente, como Judas, que acumula nove prêmios, e Casulos, que circulou 24 festivais, emplacando título em quatro deles. Ambos dirigidos por Joel Caetano, da RZP Filmes, produtora de São Paulo.

Dois dos filmes que integram a grade de exibições são produções mato-grossenses. Lixo Humano, de Valdir Brito, e EuNóia, curta-metragem homônimo do livro de Eduardo Ferreira, dirigido por ele e Joel Sagardia – lançado em 2007 – com o ator Caio Mattoso como protagonista.

EuNóia

Além das exibições de estreia, a abertura do IV CineCaos no dia 18 de agosto, sábado, conta com discotecagem de Górium e performance de Ana Marimom. O encerramento também será palco das bandas Malevah, Sr. Infame e Desert Punk.

Ainda mais encorpado e com apoio da Secretaria de Cultura do Estado (SEC), o diferencial da mostra, este ano, será o CineCaosDebate; uma série de bate-papos sobre cinema marginal e produção independente em Mato Grosso, que seguem a grade de exibições (des) mediadas por realizadores e cineclubistas. Eliete Borges Lopes também ministra a oficina “Cinema e literatura: um casamento monstruoso” no dia 31 de agosto, terça-feira, às 20h.

Confira a grade de filmes selecionados no IV CineCacos:

Você Morto – Raphael G. De Araújo
Lixo Humano – Valdir Brito
EuNóia – Eduardo Ferreira
Embaraço – Fernando Rick
Splatterhead (banda Mercy Killing) – Melissa Giowanella
Videopatia – Cristian Costa
Tudo Bom – Cleyton Xavier
Ne pas projeter – Cristian Verardi
Coração das Trevas – José Mojica Marins, Marcelo Coloiacovo e Nilson Primitivo
Esc4pe – Stella Maris Films
Blasfêmia: Substantivo Feminino – Daniela Távora
Como vivem as pessoas – Daniela Távora
Horário Nobre ou Banquete Para Urubus – Lucas Martins
Dilacerados – Leandro Sherman
Quem vai ser o rato do século XXI? – Daniela Távora
Ultima Puela – Jota Bosco
Janaina Overdrive – Mozart Freire
Sessão da Tarde Roqueiro – Douglas “Top Gun” Martins
Fataurex – Cleyton Xavier
Imersão – Gilberto Bruno e Lauriane Pereira
Maceduss – parte seis a ressurreição – Daniel Mittman
A Coisa – Sombra Filmes
Gede Visyon – Jefferson Kielwagen, Marcos Serafim, Steeven Simion
Tudo Começou Quando Papai conheceu Mamãe – Gurcius Gewdner
Teser – Apóstolos – Marcos DeBrito
Empuxo Profundo – Braün Ridre Chulaq
Mesa pra Dois – Marcos DeBrito
As Sementes de Demelak – Braün Ridre Chulaq
O Vigia – Paulo Henrique Diaz
Rancor – Lucas Martins
Fantasma – Rubens Mello
A História de Lia – Rubens Mello
Cinco Cálices – Rubens Mello
Vilarejo Libertino – Danilo Morales
Dona Oldina vai às compras – Felipe M. Guerra
Casulos – Joel Caetano
Judas – Joel Caetano

Confira a programação completa e programe-se!:

Ana Marimom performa na abertura do IV CineCaos

18 DE AGOSTO, ÀS 18:00 – ABERTURA
Museu da Imagem e do Som (Misc)

Discotecagem de Górium e performance de Ana Marimom
Abertura – Secretaria Municipal de Cultura e Direção da Mostra
Exibição de Filmes
CineCaosDebate: “Cinema nos Trópicos”, com Maurilia Valderez

24 DE AGOSTO, ÀS 10:00
Auditório do Instituto de Educação (IE) ou Centro Cultural da UFMT

Exibição de Filmes
CineCaosDebate: Petter Baierstorf e Gurcius Gewdner/ DesMediação de Silas Borges

25 DE AGOSTO, ÀS 18:00
Museu da Imagem e do Som (Misc) 

Exibição de filmes
CineCaosDebate: “Cinema no Mato Grosso – entre o independente e o comercial”, com Aline Wendpap e Angela Coradini / DesMediação – Moacir Francisco

31 DE AGOSTO, ÀS 10H
Auditório do Instituto de Educação (IE/UFMT)

Oficina “Cinema e literatura um casamento monstruoso”, com Profª Drª Eliete Borges Lopes

01 DE SETEMBRO, ÀS 18:00
Museu da Imagem e do Som (Misc)

Exibição de filmes
CineCaosDebate: “Direção de Arte e produção de Cinema e audiovisual Independente no Mato Grosso”, com Carol Araújo/ DesMediação de Carol Damaceno

08 DE SETEMBRO, ÀS 18:00
Museu da Imagem e do Som (Misc)

Exibição de filmes
CineCaosDebate/DesMediação de Eliete Borges Lopes
“CineClubismo e Mostras Independentes”, com Moacir Francisco
“Produção e Fomento à Cultura do Cinema Marginal”, com Eduardo Ferreira
Shows de encerramento com Malevah, Sr. Infame e Desert Punk

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Tem gente passando necessidade e isso não é justo”, conta enfermeira da Santa Casa
Próximo artigoMenor invade residência, agride namorada de 13 anos e ameaça de morte a família dela