Mostra competitiva terá exibição de curtas independentes e batalha de poesia nesta terça

Vitrine para a mais nova safra de produções independentes no Estado, a Mostra de Audiovisual Universitário da América Latina (MAUAL) segue para o segundo dia de sua 17ª edição nesta terça-feira (19). As exibições acontecem em duas sessões, às 17h e 19h30, até a próxima sexta-feira (19), no auditório do Centro Cultural da UFMT. A entrada é gratuita e a pipoca é free.

O intervalo entre uma sessão e outra, com classificação indicativa de 16 anos, será recheado de atrações artístico-culturais: desta vez é Slam do Capim Xeroso quem garante a poesia.

O movimento cultural não só marca presença com as batalhas de poesia falada, às 19h, mas também será tema de documentário dos estudantes de Rádio e TV da UFMT e realizadores independentes Ana Carolina de Melo e João Pedro Regis. Slam: rua e resistência (2017) registra o slam cuiabano a partir de depoimentos que evidenciam a poesia e arte como parte de um processo de ocupação cultural e urbana.

Entre outros destaques das exibições desta terça-feira (16), figura o road movie filmado na estrada de Chapada dos Guimarães, com atuação de Ella Nascimento e Álamo Facó. Pandorga (2018) marca a estreia do realizador mato-grossense Maurício Pinto na direção.

Outros seis Estados de diferentes regiões do país também estão representados na mostra: Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Minas Gerias, Rio de Janeiro e São Paulo.

Confira todos os filmes exibidos

Um lugar ao sul (2018)

Um lugar ao sul (Gianluca Cozza. RS. 2018. 12’)
Universitária Documentário

Zórnit (Marcello Trigo. PE. 2017. 23’)
Independente Ficção

Ferida (Rodrigo Leme. SP. 2017. 25’)
Independente Experimental

Reflexo (Felipe Rocha. RN. 2018. 9’)
Universitária Ficção

Azul Vermelho (Wallace Magalhães. MT. 2018. 21’)
Independente Ficção

Slam: rua e resistência (Ana Carolina de Melo e João Pedro Regis. MT. 2017. 26’)
Independente Documentário

Memória Monumento (Roberto Camargos. MG. 2017. 9’)
Independente Experimental

Pandorga (2018)

Pandorga (Maurício Pinto. MT. 2018. 17’)
Independente Ficção

Abismo (Ivan de Angelis. RJ. 2018. 15’)
Independente Ficção

Duas em um (Ana Carolina de Melo. MT. 2018. 2’)
Independente Experimental

Arquitetura do abismo (Pietro Santurbano. SP. 2018. 17’)
Independente Ficção

Tetê (Clara Lazarim. SP. 2018. 25’)
Universitária Documentário

 MAUAL 

Realizada pelo Cineclube Coxiponés da UFMT, através da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência da UFMT, a 17ª MAUAL conta com a parceria dos cursos de Radialismo e de Cinema & Audiovisual da UFMT, da TV Universidade (TVU UFMT), do projeto ComunicArte UFMT, da Associação Mato-grossense de Audiovisual (MTCINE) e do SEBRAE-MT.

Foram selecionados na programação da 17ª MAUAL, 61 curtas-metragens, entre 198 brasileiros e sul-americanos inscritos, 31 curtas na modalidade Universitária (sendo 10 documentários, 5 experimentais e 16 ficções) e 30 curtas na modalidade Independente (sendo 6 documentários, 7 experimentais e 17 ficções).

Entre eles, o filme chileno Memorándum (Jennifer Lara, 2017), o argentino Apuntes sobre identidad (Felipe Camargo, 2017) e 15 produções mato-grossenses. Os demais, 25 filmes oriundos da região Sudeste, 19 da região Centro-Oeste, 8 da região Nordeste, 6 da região Sul e 1 da região Norte.

Mais informações pelo (65) 3615-8349, no site www.mostrauniversitariaufmt.com ou nas redes sociais do Cineclube Coxiponés no Facebook /coxipones e no Instagram @cinecoxipones.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom histórico de violência contra juízes, TJ decreta normas de acesso aos fóruns
Próximo artigoPolícia brasileira ajuda a Bolívia a recuperar cidade controlada por narcotraficantes