Morte de indígenas

Etnia xavante foi a que mais perdeu membros na luta contra o novo coronavírus em Mato Grosso

Mais de 100 indígenas já morreram em Mato Grosso por conta da covid-19. Levantamento divulgado nesta segunda-feira (24) pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) aponta 118 vítimas fatais. 

Esse número coloca Mato Grosso na segunda posição no ranking nacional dos Estados com população indígena. Conforme a entidade, as mortes ocorreram nas etnias xavante, kalapalokurâ bakairi, bororo-boe, mutina, chiquitanoKamayuráapyãwa tapirapé, paresikaiabirikbaktsa e kuikuro. 

Somente dentre os xavantes houve 47 mortes, com concentração em Rondonópolis, Barra do Garças, Campinápolis e General Carneiro.

Esses números representam 4,5% do total de 2.572 mortes registradas em Mato Grosso desde o início da pandemia.

Apib informou que o Amazonas concentra o maior número de óbitos dentre indígenas. Foram 190 mortes até a semana passada.  

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia Civil indicia mulher que inventou fake news sobre caixões vazios
Próximo artigoCOMUNICADO ÁGUAS CUIABÁ 24.08