Morre o ex-reitor da Unemat

Professor Arno Rieder é um dos fundadores da Unemat e foi reitor no período de 1998 a 2002

(Foto: Assessoria)

Morreu na noite dessa quinta-feira (6) o ex-reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) Arno Rieder, aos 69 anos, em Cáceres, em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes lamentaram o falecimento do ex-reitor, que foi um dos fundadores da instituição.

“Um profissional que deixa exemplos de vida e dedicação à Educação. Seu legado permanecerá como um marco para a educação e desenvolvimento de todo o Estado de Mato Grosso. Eu e minha esposa externamos nossas condolências aos familiares, amigos e colegas de trabalho”, afirmaram.

A Unemat decretou luto oficial por três dias e suspendeu todas as atividades administrativas e acadêmicas no âmbito da instituição nesta sexta-feira (7).

“Ao longo de tantos anos dedicados à Unemat, Arno ensinou com seu exemplo e deixa marcas em diversos profissionais do todo o Estado”, destacaram o reitor Rodrigo Bruno Zanin e a vice-reitora Nilce Maria.

Arno Rieder iniciou a vida acadêmica quando a Unemat ainda era Instituto de Ensino Superior de Cáceres (IESC), em 1981. Tornou-se professor efetivo em 1990, vindo a ocupar o cargo de reitor no período de 1998 a 2002. Ele era lotado na Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas do Câmpus Jane Vanini, em Cáceres.

Formado em Agronomia, o professor possuía mestrado em Agricultura Tropical e doutorado em Saúde e Ambiente e em Ciências, sendo reconhecido internacionalmente por suas pesquisas com plantas e pragas domésticas, ao apresentar seu trabalho fora do país em diferentes ocasiões.

O professor Arno Rieder era casado com a professora da rede estadual de educação Vera Maria, com quem teve quatro filhos (Frederico, Júlio César, Vanusa e Laura). O velório é realizado na Câmara Municipal de Cáceres.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem carnaval
Próximo artigoCadastrados no Nota MT já podem consultar pontuação para desconto no IPVA