Morador reage, desvia de tiros e evita que família fique refém de bandidos em Cuiabá

Durante a ação dos bandidos, a mulher e os quatro filhos estavam dentro da casa

Por volta das 22h40 deste sábado (28), três bandidos tentaram entrar em uma casa na rua B do setor Centro Sul, do bairro Morada do Ouro, em Cuiabá. O dono da casa conseguiu frustrar a tentativa de invasão para defender a família e ainda desviou de três tiros. Durante a ação dos bandidos, a mulher e os quatro filhos estavam dentro da casa.

Como contou à reportagem, ele estava arrumando uma van estacionada em frente da casa nesse horário e quando entrou, já na cozinha – onde também estava a mulher –, viu três homens entre o portão e a porta que dá acesso à sala. Quando percebeu a invasão, mobilizou a família e levou todos para o fundo, conseguindo fechar a porta para que os bandidos não entrassem. Antes, porém, virou alvo.

“Um deles entrou com a arma na minha cara. Como a gente tem um pouco de instrução, abaixei, defendi, virei a arma e o tiro foi para o outro lado. Nesse momento pulei para cima do outro. Eles foram para o fundo, eu fiquei sem saber se estavam lá. Liguei para a polícia e em poucos minutos avistei uma viatura em frente de casa. Como estava seguro, saí para chamar os policiais”.

O morador acredita que os criminosos fugiram porque perceberam que não iam conseguir render a família. Algo em torno de dez viaturas deram apoio à operação coordenada pelo tenente Cabalero, do 3º Batalhão da Polícia Militar. A polícia de choque e a Rotam também foram dar apoio à ação. Com a família já fora de casa, os policiais se organizaram para entrar, porém, os bandidos já não estavam mais lá.

Momento em que policiais de Bope se preparavam para entrar na casa

“Eu agradeço a Deus por ter livrado a mim e a à minha família e à rápida ação dos policiais. Sou ex-militar da academia da Força Aérea, então tenho mais condições de agir desta forma. Não é para qualquer cidadão. Tive experiências com cursos e sei me defender de arma automática. Quando percebi que era esta a arma de um deles, dei um golpe bem rápido, para me defender, para defender minha família”, explica.

Os vizinhos se aglomeravam e aqueles que moram no entorno da quadra estavam receosos de voltar para suas casas. “Sempre que tem festa na igreja, muitos moradores vão para lá. Sempre tem alguma ocorrência nesses dias. Tenho medo de voltar para casa e ser surpreendido, que minha família vire refém dos bandidos”, observou um dos moradores, que foi pedir auxílio da polícia.

No tempo em que os policiais estavam lá, um morador da mesma rua checou as câmeras de vigilância que registraram a chegada de três homens em um gol vermelho. Até a noite de ontem os bandidos estavam foragidos.

Veja a movimentação:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEx-secretário de Fazenda e CGE se contradizem sobre retenções do Fundeb
Próximo artigoPor que não concordamos com a União Europeia