Momento inoportuno

Emanuel Pinheiro não quer nem saber da PEC que propõe adiar as eleições para 2022

Prefeito de Cuiabá e possível candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB) preferiu não comentar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apresentada pelo senador Wellington Fagundes (PL) que lhe possibilitaria ficar mais tempo no cargo.

Nesta semana, embasado na crise econômica e de saúde pública causada pelo novo coronavírus, Wellington Fagundes apresentou uma PEC que, se aprovada, adiará as eleições de outubro deste ano para 2022.

A pergunta a Emanuel Pinheiro surgiu na entrevista coletiva online que ele concedeu nesta sexta-feira (27). O prefeito, no entanto, disse que não se sentia à vontade para falar sobre o assunto.

Primeiro, porque lhe diz respeito diretamente – embora ele tenha voltado a dizer que não sabe se vai ser candidato ou não. Segundo, porque seria, em sua avaliação, “antiético” pensar em eleições em um momento de pandemia global.

“Eu entendi a pergunta e, inclusive, acho pertinente. Mas não me sinto à vontade para falar sobre isso agora”, respondeu a uma jornalista.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRede atacadista instala painéis de acrílico para aumentar proteção de funcionários e clientes
Próximo artigoPolicial procura dono de envelope com R$ 400 que encontrou em banco de Cuiabá

O LIVRE ADS