Mobilização contra o passaporte sanitário

Ato será realizado no Centro de Cuiabá, na manhã deste sábado (22).

(Foto: Ednilson Aguiar / O Livre)

Contrário à exigência do comprovante da vacina contra a covid-19 em estabelecimentos no Estado, um grupo de pessoas irá realizar uma manifestação a favor da liberdade na região central de Cuiabá, na manhã deste sábado (22). O ato acontecerá na Praça Ipiranga, no Centro da Capital, das 8h ao meio dia.

Conforme a organizadora Josiany Simas, que coordena o movimento Patriotas e Conservadores Mato-grossenses, tem o objetivo de mostrar a população da baixada cuiabana que o passaporte da vacina, já adotado por algumas instituições e municípios do Estado, tira a liberdade de ir e vir das pessoas, além de não ser uma prova real de que a pessoa não está contaminada pela covid-19.

“Muitas pessoas aqui no Estado não querem a obrigação do passaporte sanitário. Por isso estamos lutando por esta liberdade. A manifestação está sendo organizada de forma espontânea por famílias em grupos do Whatsapp”, explicou.

LEIA TAMBÉM

No início do ano, um projeto de lei de autoria do deputado estadual Gilberto Cattani (PSL), que proíbe a exigência do chamado passaporte sanitário em estabelecimentos públicos e privados de Mato Grosso foi aprovado em primeira votação.

A matéria ainda precisa de uma segunda votação antes de ir para sanção do governador Mauro Mendes (DEM).

Serviço: Manifestação contra exigência do passaporte sanitário

Local: Praça Ipiranga – Centro de Cuiabá

Data: Sábado – 22 de janeiro de 2022

Horas: das 8h às 12h

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProjeto de lei reduz limites de gasto para campanhas eleitorais
Próximo artigoTransação de imóveis cresce quase 32% em MT com o distanciamento social