|sábado, 21 abril 2018

Ministro Blairo Maggi arremata Fazenda Itamarati, de Olacyr de Moraes, por R$ 2,2 bilhões

COMPARTILHE COMPARTILHE

Arquivo pessoal

Blairo Maggi plantio querência

Blairo Maggi arrematou fazenda de Olacyr de Moraes por R$ 2,2 bilhões

O ano de 2018 mal começou e o ministro da Agricultura Blairo Maggi já fez o seu primeiro negócio. A Amaggi, empresa da família do ministro, arrematou a fazenda Itamarati Norte pela bagatela de R$ 2,2 bilhões dos herdeiros de Olacyr de Moraes. O negócio já foi inclusive aprovado pelo Cade.

Mais: Compra bilionária de fazenda já foi aprovada pelo Cade, diz Amaggi

Segundo fontes próximas à negociação que falaram com o LIVRE, nesse valor estariam inclusos os ativos da propriedade, não apenas a terra. As ações da fazenda pertenciam à Companhia Agrícola do Parecis – Ciapar. Ainda de acordo com essas fontes, o volume final da negociação teria ficado em 350 sacas de soja por hectare. O preço médio de uma saca é de R$ 60. Como a propriedade tem 105 mil hectares, o valor final ficaria próximo aos R$ 2,2 bilhões.

A propriedade tornou-se um símbolo do desenvolvimento do agronegócio em Mato Grosso e do potencial agrícola do Centro-Oeste brasileiro. No local, 55 mil hectares são destinados à agricultura, enquanto o restante é dividido entre pecuária e reserva ambiental.

A fazenda fica no município de Campo Novo do Parecis (499 km de Cuiabá) e pertencia ao antigo “Rei da Soja”, mas estava arrendada há alguns anos pela multinacional.

Dentro da propriedade, além de onze pistas para pousos e decolagens, hangar e dezenas de silos, há uma vila que abriga centenas de funcionários da unidade.

Conforme o ministro, a intenção é emancipar o local e transformá-lo em mais um município. Em 2017, a Fundação André e Lúcia Maggi (FALM) – instituição que coordena ações de investimento social privado da Amaggi – entregou ao Governo do Estado a Escola Estadual Argeu Augusto de Moraes, com mais de 1.400 m² e dez salas de aula, na Vila Itamarati. 

Ao que tudo indica, a previsão de que Maggi teria dificuldade nos negócios está longe de ser concretizada.

Outro lado
Procurada pela reportagem do LIVRE, a assessoria da Amaggi confirmou que a transação está em andamento. No entanto, não confirma o valor da negociação.

Confira a nota na íntegra

Nota à imprensa

Cuiabá, 9 de janeiro de 2018.

A AMAGGI informa que está participando de negociações visando à aquisição da totalidade das ações do capital social da Companhia Agrícola do Parecis (Ciapar).

A conclusão dessa negociação ainda está condicionada à satisfação de condições precedentes à sua formalização

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Comerciante reage a assalto, tira arma de bandido, mata um e fere outro

Terceira mulher é estuprada próximo à Unemat de Sinop

Clarice Lispector e irmã escreviam manuais para “amansar” empregadas, relembra pesquisadora da UFMT

Família pede doação de sangue para o músico Bolinha

Juiz autoriza confisco de bens em cobertura dos Malouf por receio de calote

X