Minas e Energia: Sachsida assume ministério com missão de reduzir o preço dos combustíveis

A decisão foi tomada depois de inúmeras críticas do presidente com a antiga gestão do ministério

(Foto: Ministério da Economia)

Em uma mudança de equipe, o presidente Jair Bolsonaro (PL), nomeou o economista Adolfo Sachsida como ministro de Minas e Energia. A decisão foi publicada nesta quarta-feira (11), no Diário Oficial.

Em entrevista à CNN, Sachsida agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro Paulo Guedes pelo novo cargo.

“Agradeço ao presidente pela confiança, ao ministro Paulo Guedes pelo apoio de mais de três anos e peço a graça de Deus para estar à frente desse desafio que é o maior da minha carreira profissional”, afirmou o novo ministro.

Preço do combustível

Bolsonaro exonerou o antigo ministro Bento Albuquerque devido as crescentes altas nos preços do combustível no Brasil.

Ainda de acordo com o presidente, os recentes aumentos estariam quebrando o Brasil.

“Estou fazendo uma constatação, levando-se em conta o lucro abusivo que vocês têm. Vocês não podem quebrar o Brasil. É um apelo agora: Petrobras, não quebre o Brasil, não aumente o preço do petróleo. Eu não posso intervir. Vocês têm lucro, têm gordura e têm o papel social da Petrobras definido na Constituição.”

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMáscaras em aeroportos internacionais
Próximo artigoLicitações de escolas