“Militares não tomariam decisão tão drástica sem aval deles”, diz Viana sobre Paulo e Pedro Taques

Zeca Viana

Foto de Suellen Pesseto

A reunião da Executiva do Diretório do PDT já está em andamento no Hotel Fazenda Mato Grosso e o depoimento do cabo Gerson reverbera por lá. O deputado estadual Zeca Viana (PDT) também aproveitou para reforçar o apoio à campanha de Mauro Mendes (DEM), mas com ressalvas: “O PDT está com Mauro Mendes e não com o DEM”.

“Se não fosse o Mauro Mendes no DEM o PDT teria dificuldade [de formar aliança]”, disse Viana. Crítico contumaz da gestão de Pedro Taques, o pedetista disse que vê no ex-prefeito de Cuiabá, uma esperança para Mato Grosso. “O PDT deve continuar na chapa, mas só por causa de Mauro”, ressalta.

Nesta manhã, Zeca Viana também repercutiu o depoimento do Cabo Gerson durante audiência nesta madrugada. “Eu sempre soube que Paulo e Pedro Taques eram os chefões. Os militares não tomariam uma decisão tão drástica como essa não fosse pelo aval deles”, alfinetou.

Além do Cabo Gerson foram interrogadas na audiência que começou na sexta-feira e encerrou na madrugada deste sábado, os coronéis da PM Zaqueu Barbosa, Evandro Alexandre Ferraz Lesco e Ronelson Jorge de Barros e o tenente-coronel Januário Antônio Edwiges Batista.

Leia mais: 

Cabo Gerson responsabiliza Paulo e Pedro Taques por esquema de escutas 

Zaqueu chora em audiência 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCabo Gerson responsabiliza Paulo e Pedro Taques por esquema de escutas
Próximo artigoJuiz manda Taques retirar mais três propagandas ilegais do Estado

O LIVRE ADS