Mesmo com a pandemia agronegócio impulsiona mercado de veículos Premium em Cuiabá

Ferrari de R$ 2 mi e Lamborghini de R$ 3 mi são vendidas em Cuiabá pela Rivenditori

(Foto: Rivenditori/Reprodução)

Esta mais perceptível deslumbrar pelas principais avenidas de Cuiabá super carros de luxo, Ferrari, Lamborghini, Porshe, Jaguar, Mercedes esportivas, e afins. O aumento do número destes veículos Premium na capital do agronegócio se mantem mesmo com as intempéries da pandemia, com mais intensidade nos últimos 3 meses, este reflexo aqui também é o mesmo em outras regiões do país. A Porsche vem batendo recordes de vendas no Brasil, a acostumada sempre com a liderança do segmento luxo, a BMW vendeu mais que Mitsubishi, Peugeot e Citroën em alguns meses, a explosão de vendas é da Série 3, o X1 com o primeiro lugar da categoria de SUVs de luxo.

Os números positivos de comercialização de veículos de luxo são contabilizados na Rivenditori em Cuiabá. “Um dos fatores que fizeram elevar o número de negócios foi à ampliação do acesso a estes veículos através da Rivenditori, nem sempre era possível essa agilidade, até pouco tempo atrás para deslizar nestas super máquinas, era preciso ter paciência, tempo e longos deslocamentos as principais metrópoles do país. No entanto, com este investimento no mercado local a conversão em vendas impressiona positivamente”, avalia o empresário Amir Maluf.

(Foto: Rivenditori/Reprodução)

Além de Cuiabá receber incrementos em veículos de luxo, a produção do agronegócio também tem relação direta neste crescimento de vendas, mesmo com a pandemia. “O próprio Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) revelou que os municípios com maior valor da produção agrícola do país têm em média, uma participação alta de seu Produto Interno Bruto (PIB). Para os 50 considerados mais ricos em termos de valor da produção, a média da participação do PIB agro no PIB total é de 36,8%, sendo a maior parte desses municípios situados em Mato Grosso. Toda esta rica produção faz escoar consumo e investimentos para outros segmentos, como o nosso, por exemplo”,define Maluf.

A lacuna que esta sendo preenchida diante dos muitos exemplares a disposição para venda imediata os de luxo tem não param de crescer. Ainda segundo o empresário, ter unidades à disposição faz toda a diferença. “Temos um publico exigente em Mato Grosso, muitos apreciadores deste segmento superluxo vem do agronegócio, como a maioria é do interior do Estado, se surpreendem quando vem a Cuiabá e encontram um Centro Automotivo, como a Rivenditori, com um leque riquíssimo de opções deste segmento. Antes a maioria dos compradores se deslocava para São Paulo para fechar negócio, ou então batiam o martelo, sem nem mesmo ter visto o carro, mas a Rivenditori encurtou este processo, profissionalizando este segmento com excelência e segurança”, explica.

(Foto: Rivenditori/Reprodução)

Com o mercado de luxo aquecido em Cuiabá, os números da Rivenditori revelam uma procura aquecida mês a mês com crescimento nas entregas ditado pelos modelos com motores potentes de 4, 8 ou 12 cilindros, aspirados ou turbo. “A disponibilidade faz toda a diferença, conseguimos colocar Cuiabá no roteiro deste segmento para consumidores de outros Estados que cobram excelência na prestação de serviços, e evitamos também que os mato-grossenses precisem viajar para adquirir os carros de luxo, estamos alcançando turistas que vêm a negócio, e são pegos de surpresa, nestes últimos meses, por exemplo, vendemos uma Ferrari, com valor superior a R$ 2 milhões para um empresário do Paraná, e uma lamborghini por R$ 3 milhões para um sojicultor do interior de Mato Grosso. Nossa meta é disseminar ainda mais nossa marca de segurança, principalmente para todos os Estados vizinhos”, revela Amir Maluf.

Novidade

No ultimo mês a Rivenditori celebrou um ano de fundação, para marcar a data e os avanços neste segmento inovou a loja com alta tecnologia com a chegada da cabine USI Italy, mesmo equipamento e sistema empregados na Fórmula 1, para pintura automotiva.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDenúncia anônima leva PM a rinha de galo em horário de funcionamento
Próximo artigoBrasil e EUA concluem acordos para facilitação de investimentos